Meio Ambiente

O que é sustentabilidade


Provavelmente na sua vida você sempre esteve em busca de algo para se realizar, alcançar um desejo ou sonho. Talvez uma ótima renda para ter segurança e conforto. Ainda que não tenha alcançado essa meta, você sempre esteve satisfeito com o que possui? Ou se alcançou e tem uma renda satisfatória, se sente pleno? O que leva as pessoas a sentirem esse vazio e qual a relação com a sustentabilidade?

Nós somos seres espirituais tendo uma experiência humana, física, linda! Cheia de aprendizagem! Quando nos centramos no momento do agora, absolutamente eterno, expandimos nossa consciência para além de muitos conceitos e paradigmas materialistas, conseguimos ter uma noção do eterno que nós somos, além das experiências. Neste estado, não temos a compulsão pelos prazeres físicos desregrados, o todo já está presente, completo, nós estamos internamente satisfeitos, repletos de energia.

Hoje em dia, falamos muito de “sustentabilidade”. Mas o ser humano se perdeu a muitos séculos, perdeu esta verdadeira conexão com a natureza. Com uma ganância insaciável, ele busca mais e mais prazeres materiais para preencher este vazio aparente: é a conhecida sociedade de consumo.

Enfim, amigo, se você ainda não experimentou, precisa experimentar despertar para a sua verdadeira natureza. Cada vez mais, muitos estão parando para se conectar a essa força divina presente no interior de todo Ser e perceber o próprio EU eterno que já está repleto de energia. Internamente satisfeito, essas pessoas não possuem ansiedade pelo consumo artificial.

Sustentar como uma mãe sustenta a seu filho ou como a Terra sustenta os seus habitantes é poder se assegurar que as necessidades da geração atual como das próximas irão ser cumpridas.

Hoje em dia nosso modo de viver não garante a sustentabilidade, a capacidade da nossa mãe Terra de se regenerar de forma saudável e de cumprir com as necessidades essenciais dos seres vivos no planeta desta geração e das próximas.  

Esta afirmação pode ser muito alarmante! O que traz para você, para mim e para todos nós a urgência de tomarmos atitudes que visam a autocura e o equilíbrio do Planeta!

Vamos por parte:

  1. Quais são as necessidades essenciais dos habitantes da Terra:

§ Uma boa educação de conhecimento e valores;

§ Comida saudável, água de qualidade e um ar puro;

§ Estar em contato com o Sol que é fonte de energia e vitaminas;

§ Ter um contato com a natureza e com a nossa comunidade.

Enfim, estamos vendo que nossas necessidades essenciais não são tão complicadas para realizarem-se!

Claro! Cada um vai ter que escolher : continuar com o consumismo artificial e pôr em perigo a nossa existência sobre a Terra (da nossa geração e das próximas, do nossos filhos e netos!) ou finalmente sentir a imensa satisfação em estar conectado consigo mesmo e com a energia divinal presente no Todo, se libertar de prazeres passageiros e artificiais, altamente escravizantes, autodestrutivos e destrutivos da natureza.

  1. Próximo passo…

Como vamos responder as nossas necessidades básicas da forma mais sustentável? Cada território tem que se fazer esta pergunta. A solução se construí com recursos e ativos disponíveis dentro da comunidade e não vem de fora.

  1. A iniciativa tem que vir do indivíduo e na força de vontade interna que ele tem de acreditar que é possível mudar o modelo da sociedade e que ele pode contribuir para esta mudança. Este empoderamento a nível individual é o primeiro passo da construção deste novo modelo. O ser humano tem muitos medos e uns dos maiores medos que ele tem é o medo de errar. Este medo é o pior, porque impede qualquer iniciativa nova. Nos conforta em saber que o processo de evolução e crescimento pessoal não acontece sem errar. Errar é como cair quando a gente aprende a andar, é necessário e não podemos ter vergonha disso! O mais importante é o indivíduo aprender com a própria sensibilidade para se corrigir e ser mais eficiente. Não podemos ter medo de errar e também não podemos ter medo de ser a gente mesmo! A transparência de dentro para fora é fundamental, porque nós criamos somente no nosso autêntico ser, e podemos realmente dar a humanidade o presente com o qual nascemos, nosso dom individual, nossa missão de vida.
  2. Quando um grupo de indivíduos não têm mais medo de errar, de ser ele mesmo e está pronto para acreditar que é possível construir a mudança, a cooperação entre estas pessoas é o próximo passo para a construção da sociedade sustentável.

Apresentamos com mais detalhes nesta plataforma vários casos práticos do modelo da Sustentabilidade que se apresenta como uma alternativa sólida ao sistema econômico atual para poder gerar renda com mais serviços e menos consumo de bens materiais, integrando os diferentes atores no mesmo território. Na França, várias iniciativas já têm demonstrado claramente que a territorialidade é um aspecto fundamental da sustentabilidade, porque diminui o custo e a poluição gerada pelo transporte dos produtos (garantindo um ar mais puro!) e também garante produtos mais baratos, frescos e saudáveis (quando produzido de forma orgânica). A territorialidade também reconhece a riqueza cultural e tradicional do lugar. Os moradores desenvolve a percepção de pertencimento da própria comunidade, preenchendo a necessidade de vínculo comunitário e de educação a valores. Assim impactará diretamente nas migrações, êxodo rural e aglomerações humanas nos grandes centros urbanos e industriais.

Antes de começar esta grande jornada até a sustentabilidade, provavelmente você precisará ter dentro do seu coração a convicção que já alcançou! Essa jornada é antes de tudo interna! Você pode tomar a decisão de mudar após se “ajoelhar” de tanto sofrimento e riscos à própria vida, ou pode já iniciar a reconhecer sua essência e poder natural para se conectar e realizar as transformações necessárias no sentido da Paz e da Sustentabilidade!

Vamos Juntos caminhar na estrada da evolução e integração para a Sustentabilidade?

Acredita nesta visão e percebe que nosso sistema atual não está mais funcionando, mas sente dentro de si incertezas e medos?

Explore o nosso conteúdo gratuito do desenvolvimento humano à Sustentabilidade e descubra como construir uma nova cultura começando com as mudanças internas!

2 comentários

  1. Marianne, parabéns pelo texto, veio em uma hora muito adequada para mim. Na verdade, será muito bem aproveitado em minha qualificação de mestrado. Obrigado.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s